sábado, 22 de novembro de 2014

Maldição ou padrões doentios herdados – Parte 2


Maldição ou padrões doentios herdados?

Caso 1

Um destes dias estava conversando com uma pessoa que demonstrava com clareza um problema religioso, tudo para ela tinha regras, e a causa dela ser assim era por que na sua casa o seu pai e sua mãe eram muito legalistas. Para se ter uma idéia do legalismo de seus pais Ele me falou que quando era criança se estivesse brincado com os amigos na rua de bolinha de gude, seu pai e sua mãe os mandava entrar e diziam: “Crente não pode perder tempo brincando é melhor lê a Bíblia”.

 Caso 2

Um destes dias eu estava conversando com uma pessoa e ela mostrou-se muito preocupada com dinheiro, com fama, com etiquetas e luxo, mesmo sem ter as condições sociais para isso. Em nossas conversas identificamos que desde sua infância, os seus pais, embora não fosse rico e famosos gostavam de transitar e de ter amigos ricos e famosos. Embora fosse de família de classe média baixa, seus pais eram obcecados por freqüentar um clube caro da cidade, de sair nas colunas sociais ou aparecer ao lado de uma pessoa famosa.

 Caso 3

Um destes dias eu estava conversando com uma pessoa, que seu pai era uma pessoa violenta. Ele dizia que o seu pai sentava-se à mesa. Se a comida tivesse fria ele jogava de encontro à parede e gritava reclamando em posição de ira e vingança.

Caso 4

Um destes dias estava conversando com uma pessoa que nunca teve a oportunidade de conversar com o seu pai. Ele disse que nunca sentou com o seu pai e teve um papo com o meu pai, ou seja, nunca teve uma conversa franca de homem para homem, uma conversa produtiva.

        Em cada um dos casos acima, seja o do problema religioso, seja da sensualidade, seja da riqueza ou busca da fama, seja da violência todos estes fatores foram vividos por estas pessoas na sua infância e que tiveram desdobramento na fase adulta em suas casas ou seu ambiente de trabalho. 

      Uma pessoa que nasce num ambiente religioso acentuado se torna legalista e aprende a ser hipócrita. Uma mãe pode até obrigar uma criança a sentar ler a Bíblia, mas, jamais vai obrigá-la a gostar de lê a Bíblia.

        Uma pessoa que cresce no lar que tem uma sensualidade, mesmo que seja enrustida, ela pode desenvolver duas dimensões: ou ela se torna uma pessoa exageradamente liberal, ou ela se torna avesso a sensualidade.
      Por outro lado, se uma pessoa convive no lar cheios de regras ela pode desenvolver o farisaísmo e se torna hipócritas.

Leia o texto abaixo e faça uma reflexão fazendo um paralelo entre os casos acima.

Gênese 20:2-5

Abraão partiu dali para a região do Neguebe e foi viver entre Cades e Sur. Depois morou algum tempo em Gerar.
Ele dizia que Sara sua mulher, era sua irmã. Então Abimeleque, rei de Gerar, mandou buscar Sara e tomou-a para si. Certa noite Deus veio a Abimeleque num sonho e lhe disse: “Você morrerá! A mulher que você tomou é casada”. Mas Abimeleque, que ainda não havia tocado nela, disse: “Senhor, destruirias um povo inocente? Não foi ele que me disse: ‘Ela é minha irmã’? E ela também não disse: ‘Ele é meu irmão’? O que fiz foi de coração puro e de mãos limpas”.

Gênese 26: 1- 7

Houve fome naquela terra, como tinha acontecido no tempo de Abraão. Por isso Isaque foi para Gerar, onde Abimeleque era o rei dos filisteus. O SENHOR apareceu a Isaque e disse: “Não desça ao Egito; procure estabelecer-se na terra que eu lhe indicar. Permaneça nesta terra mais um pouco, e eu estarei com você e o abençoarei. Porque a você e a seus descendentes darei todas estas terras e confirmarei o juramento que fiz a seu pai, Abraão. Tornarei seus descendentes tão numerosos como às estrelas do céu e lhes darei todas estas terras; e por meio da sua descendência todos os povos da terra serão abençoados, porque Abraão me obedeceu e guardou meus preceitos, meus mandamentos, meus decretos e minhas leis”. Assim Isaque ficou em Gerar.

Quando os homens do lugar lhe perguntaram sobre a sua mulher, ele disse: “Ela é minha irmã”. Teve medo de dizer que era sua mulher, pois pensou: “Os homens deste lugar podem matar-me por causa de Rebeca, por ser ela tão bonita”.


    Fazendo um paralelismo entre os quatro casos descritos e os textos lidos em Gêneses 21:2-5 e 26:1-7, podem-se tirar algumas lições, interessantes para a nossa vida:

Primeiro - Abraão vai para uma terra e lá nessa terra com medo de ser morto mente e diz que a sua esposa Sara é sua irmã.

Segundo - Isaac vai à terra do Egito e lá nessa terra com medo de ser morto mente e diz sua esposa Rebeca é sua irmã.

Terceiro - Observa-se que Isaac repete as atitudes do pai Abraão de forma literal, é quase uma copia.

Quarto -  O Texto mostra lições importantes para a nossa vida e para o nosso convívio no lar. A lição mais importante tirada do texto é que na casa de Abrão repete-se literalmente na casa de Isaac.

...... Ele dizia que Sara, sua mulher, era sua irmã.... Gn 20:2

....... Quando os homens do lugar lhe perguntaram sobre a sua mulher, ele disse: “Ela é minha irmã”..... Gn 26:7

Onde quero chegar com a reflexão nos textos dos casos citados? Muitos de nós temos padrões em nossas vidas e estes padrões na verdade são padrões já vividos, já experimentados na nossa família, sejam com os nossos pais, nossos tios ou mesmo a cultura do nosso lar. A ambiência do nosso lar nos impregna nos satura com conceitos que de repente sem que agente perceba estamos repetindo o que aconteceu na outra geração.

Você que está fazendo esta reflexão comigo, pode está simplesmente reproduzir um padrão que você aprendeu, que você viveu ou reagiu a ele ou ainda está reagindo. Na verdade sua vida esta sendo uma mera reação a um  padrão adquirido.

Tem muita gente que passa a sua história de vida reagindo a um padrão que viu ou viveu.  Exemplo – A homossexualidade, a violência, a timidez mórbida, a introspecção domestica pode ser uma reação a um padrão. Às vezes nossos filhos tornam pessoas  totalmente  avesso a estudo e a trabalho  e esta aversão a trabalho ou a estudo foi exatamente o que ela observou dos pais atitudes de ativismo ou de vagabundice.

Meus caros leitores as escrituras não mentem. Ela nos mostra que padrões se estabelecem e que a mensagem do evangelho veio para romper com estes padrões doentios.  A mensagem do evangelho veio parar com esta continuidade, a mensagem do evangelho consiste em estancar este curso, este fluir de padrões que vão se repetindo em família de geração para geração.

Vejam o que as Escrituras falam sobre padrões doentios que nos rodeiam principalmente os de nossa família.

 “Pois vocês sabem que não foi por meio de coisas perecíveis como prata ou ouro que vocês foram redimidos da sua maneira vazia de viver, transmitida por seus antepassados”. 1Pe 1:18( NVI)

Então, nós absolvemos sim os valores de nossa família. Ninguém está imune de absolver os valores de nossa família. Nem eu e nem você. Ninguém!

Por este motivo, talvez, não é uma afirmação, talvez Jesus tenha tido o cuidado de não repetir padrões, reproduzir modelos e se aplica na maneira de como ele reagiu ao pedido de Maria sua mãe lhe fez nas bodas de Caná, veja o texto abaixo.

“ No terceiro dia houve um casamento em Caná da Galiléia. A mãe de Jesus estava ali;  Jesus e seus discípulos também haviam sido convidados  para o casamento.  Tendo acabado o vinho, a mãe de Jesus lhe disse: “Eles não têm mais vinho”. Respondeu Jesus: “Que temos nós em comum, mulher? A minha hora ainda não chegou”. Jo 2:1-4

       O texto de Jo 2:1-4 mostra que Jesus, em sua resposta a Maria sua mãe diz:  “Que temos nós em comum, mulher? A minha hora ainda não chegou”.  Esta expressão de certa forma nos ensina que Jesus quer romper padrões. Jesus sabia que as mães dos reis de Israel eram influenciadoras nos governos de seus filhos, e este tipo de influencia trouxe derrotas para estes Reis.

        Uma pergunta fica no ar, qual o modelo que Jesus queria evitar? O modelo que se observava no livro de Crônicas em que os reis maus de Israel que eram diretamente manobrados pelas suas mães e que estavam trazendo ruínas para o povo de Israel. Jesus rompe este padrão, tanto que na mesma festa alguém diz: bem aventurado o seio que ti amamentaram, mas Jesus diz: não, bem aventurado o pai que esta no céu. Ai é que Jesus estabelece um novo padrão. Um novo modelo de relacionamento foi estabelecido.

        Os fatos acima mencionados mostram que é possível sim, que nós estejamos reproduzindo padrões, e qualquer um de nós pode sim estarmos neste momento reproduzindo modelos  que recebemos de nossos pais, irmãos ou tios que convivemos.

       Muitas vezes, ouvimos de uma pessoa intima o seguinte: “por que não consigo me libertar da bebida, outra diz eu do fumo, e outra eu  da pornografia”, por quê? Por que tenho tantas dificuldades de me relacionar com amigos? Por que sou uma pessoa fechada? Por que eu não me liberto da gritaria? Porque a minha forma de falar parece até que estou brigando? Eu não consigo estabelecer pontes? O que está acontecendo comigo?

       A resposta para estas perguntas talvez sejam modelos que foram passados, incutidos no coração de cada um deles, ou seja, foi o que aprenderam desde criança com a convivência de seus pais ou parentes em seus lares. Por muitos anos estes valores são absolvidos, copiados por nós na convivência da ambiência do nosso lar.

A palavra de Deus meu caro leitor diz que os pais devem ensinar, falar, de dia e de noite a palavra da verdade.

“Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele”. Pv 22:6

 O ensino constante dos padrões de Deus com certeza incutirá virtudes como: amor, justiça, fé e esperança.

O texto mostrado nos informa que devemos falar em toda circunstância a palavra de Deus, para que os padrões que sejam incutidos não sejam da nossa carnalidade, nem do mundo,  nem do nosso pecado mas, sejam padrões e  valores de Deus:

 para que, na terra que o SENHOR jurou que daria aos seus antepassados, os seus dias e os dias dos seus filhos sejam muitos, sejam tantos como os dias durante os quais o céu está acima da terra.” Dt.11:21

“E regozijem-se ali perante o SENHOR, o seu Deus, vocês, os seus filhos e filhas, os seus servos e servas, e os levitas que vivem nas cidades de vocês por não terem recebido terras nem propriedades.”   Dt 12:11

 “Não o comam, para que tudo vá bem com vocês e com os seus filhos, porque estarão fazendo o que é justo perante o SENHOR.”Dt12:25


 “Tenham o cuidado de obedecer a todos estes regulamentos que lhes estou dando, para que sempre vá tudo bem com vocês e com os seus filhos, porque estarão fazendo o que é bom e certo perante o SENHOR, o seu Deus.”Dt 12:28

Então está claro nas escrituras, que nós copiamos modelos e por tradição nós repassamos o que não é bom para os nossos filhos.
Eu queria dizer uma coisa a vocês leitores. Os Padrões que nos prende não são passados para nós por “maldição”, mas são repassados pelos nossos pais por “convivência”, por cultura. Em fim, com estilo de vida. O que estamos herdando dos  nossos pais não são maldições transferidas, nos recebemos deles aquilo que eles receberam, aquilo que eles sabem dar. Somos encharcados pela convivência deles.

        Mas, eu tenho uma informação que pode não ser de bom alvitre, esses padrões necessariamente pode não ser consangüíneo. Uma pessoa que conviver em uma casa pode sim absolver os padrões da casa onde ela reside. A ambiência do lar influencia sim, não só os consangüíneos, mas também os não consangüíneos ( 2Rs 8:27).

“ Ele andou nos caminhos da família de Acabe e fez o que o SENHOR reprova, como a família de Acabe havia feito, pois casou-se com uma mulher da família de Acabe.” 2Rs 8:27

O genro de Acabe absorveu os padrões da família de Acabe. Ele simplesmente copiou os padrões do seu sogro.

Os padrões que absolvemos na ambiência do nosso lar não são maldições, mas padrões não bíblicos. E necessariamente não é preciso ser consangüíneo.

        Outra lição que podemos tirar dos padrões que são repassados na ambiência do nosso lar é que estes padrões não são  repassados conscientemente pelos nossos pais. Eles não nos ensinam a ser violentos, um pai ou uma mãe não ensina este tipo de coisa a seu filho, uma mãe não ensina uma filha a ser sensual, ser lasciva. Um pai não ensina um filho ou uma filha ser homossexual, ser cobiçosa, ser avarenta, mentirosa, um pai, repito, não ensina estas coisas. Simplesmente estes vício daninhos são repassadas sem que o pai e mãe perceba. 

“Ensinem-nas a seus filhos, conversando a respeito delas quando estiverem sentados em casa e quando estiverem andando pelo caminho, quando se deitarem e quando se levantarem.” Dt. 11:19

Estes padrões  doentios vão passando, através da cultura que se estabelece no lar e nós vamos  aprendendo sem querer aqueles modelos que vão acontecendo pelo estilo de vida do nosso pais na ambiência do nosso lar. Veja o exemplo abaixo:

Certo dia Estava conversando com uma pessoa que relatou uma história interessante sobre comportamento no lar: Ele disse que um dos seus colegas sempre que ia levar ou buscar seu filho pequeno na escola, gritava para os motoristas dos carros que se aproximavam dele, idiota. Este comportamento deixou o filho encafifado. Outro dia quando sua mãe foi deixar o filho ele indagou a sua mãe! Mãe, por que os idiotas gostam de se aproximar do papai? A mãe é claro em principio ficou preocupada com o filho e com o seu marido.

        Será que o pai deste garoto estava ensinado ao seu filho que todos as pessoas que se aproximam do carro do seus pai eram idiotas? Claro que não. O que na verdade estava ocorrendo era que os padrões estavam sendo repassados sem que o pai se apercebesse.

       Um dia deste fui fazer um curso sobre pais. O  tema era bastante sugestivo: “O que significa “ensino” no padrão bíblico”, ou seja o que significa Ensino biblicamente falando. No dia da entrega do material eu recebi um papelete que eu gostaria de repassar para  vocês.

O titulo do papelete era o seguinte: “Como criar um marginal”

Primeiro -  Comece na infância

Segundo - Dê tudo que ele quiser, nunca diga não e ele crescerá acreditando que o mundo lhe deve tudo. Arrume o quarto dele todas as manhãs, e nunca cobre nenhuma obrigação dele. Isso fará que ele nunca assuma responsabilidades.

Terceiro -  Quando houver problema no colégio acredite que os professores estão lhe perseguindo. Quando os vizinhos reclamarem acredite que é preconceito gratuito. Assim seu filho vai crescer acreditando que ele não erra nunca e que ele é sempre certo e que todos são contra ele.

Quarto -  Quer transformar o seu filho no marginal.  Ensine que a sexualidade não precisa vir atrelado ao amor e não precisa ensinar dizendo, ensine gostando das novelas onde isso acontece.

Quinto -  Quer ensinar o seu filho a ser fútil. Fale muito em compras e como você é frustada por não ter comprado qüinquagésimo vestido do mês.
E depois que você estiver passando estas mensagens subliminares para seu filho prepare-se para uma vida de dor.  Porque você merece.

Então, meus irmãos, às vezes nós estamos vivendo assim e agente não consegue fazer a maquina andar e não sabe por quê.  A resposta para este problema é:

Nós estamos repetindo modelos que aprendemos

Deixa-me dizer uma outra coisa:

Quando nós repetimos padrões doentios, nós não estamos livres de tornamos piores do que os nossos pais.

O que a palavra de Deus nos ensina sobre isso?

Tirei o reino da família de Davi e o dei a você, mas você não tem sido como o meu servo Davi, que obedecia aos meus mandamentos e me seguia de todo o coração, fazendo apenas o que eu aprovo. Você tem feito mais mal do que todos os que viveram antes de você, pois fez para si outros deuses, ídolos de metal; você provocou a minha ira e voltou as costas para mim. 1 Rs 14:8-9

Judá fez o que o SENHOR reprova. Pelos pecados que cometeram, eles despertaram a sua ira zelosa mais do que os seus antepassados o tinham feito. 1Rs 14:22

Onri, porém, fez o que o SENHOR reprova e pecou mais do que todos os que reinaram antes dele.1Rs 16:25

 Mas o povo não quis ouvir. Manassés os desviou, ao ponto de fazerem pior do que as nações que o SENHOR havia destruído diante dos israelitas. 2Rs 21:9.

 “Manassés, rei de Judá, cometeu esses atos repugnantes. Agiu pior do que os amorreus que o antecederam e também levou Judá a pecar com os ídolos que fizera. 2Rs. 21:11

 Manassés, porém, desencaminhou Judá e o povo de Jerusalém, ao ponto de fazerem pior do que as nações que o SENHOR havia destruído diante dos israelitas. 2Cr 33:9

 Mas eles não me ouviram nem me deram atenção. Antes, tornaram-se obstinados e foram piores do que os seus antepassados. Jr. 7:26.


        É terrível saber disso, a própria palavra revela-nos que é verdade que nós repetimos modelos. Mais terrível ainda e odeio dizer isso, nós somos uma copia piorada de nossos pais e nossos filhos serão piores do que nós.

        Permita-me apresenta a vocês leitores uma verdade que não vem de um cristão, mas é uma verdade pois toda verdade vem de Deus. Por isso  me sinto a vontade de transcrever na integra alguns versos da musica que a cantora Elis Regina gostava de cantar antes de morrer.

“Minha dor é perceber
Que apesar de ter feito tudo, tudo
Que fizemos, ainda somos os mesmos e vivemos
Ainda somos os mesmos e vivemos
Como os nossos pais
Nossos ídolos ainda são os mesmos
E as aparências não enganam não
Você diz que depois dele
Não apareceu ninguém
Você pode até dizer que estou por fora
E que estou inventando
Mas é você que ama o passado e não vê.
Mas é você que ama o passado e não vê
Que o novo sempre vem
E hoje eu sei que quem me deu
A idéia de uma nova ciência e juventude
Está em casa guardado por Deus
Contando os seus metais
Minha dor é perceber
Que apesar de ter feito tudo
Tudo que fizemos
Ainda somos os mesmos e vivemos
Ainda somos os mesmos e vivemos

Como os nossos pais”

Os fariseus se aproximaram de Jesus e disseram:

Se tivéssemos vivido nos dias dos nossos pais não teria sido cúmplice dos nossos pais que mataram os profetas. Jesus responde: Assim vós mesmos testificais que mataram os profetas, enchei pois a mediada de vossos pais.

“  E dizem: ‘Se tivéssemos vivido no tempo dos nossos antepassados, não teríamos tomado parte com eles no derramamento do sangue dos profetas’.  Assim, vocês testemunham contra si mesmos que são descendentes dos que assassinaram os profetas. Acabem, pois, de encher a medida do pecado dos seus antepassados!” Mt 23:30-32


E os fariseus foram piores que os pais que mataram os profetas.



         É muito triste, mas é uma decadência que vem se instaurando e que vai nos puxando para baixo. E agente olha para o mundo e vê os casamentos se desfazendo, a violência dentro dos lares, vemos as pessoas infelizes. Agente vai se contorcendo para um lado, se contorce para o outro é como uma espiral helicoidal que vai entrando ralo abaixo sugando as pessoas até o fundo do poço.


Mas, apesar de tudo isso eu tenho uma surpresa?


Embora nós copiemos os padrões que observamos de nossos pais, não há obrigatoriedade em agente fazer o que copiou, não existe uma relação causal, não existe causa e efeito, não tem que! Você pode quebrar isto, você pode romper, você pode dizer não. Você pode dizer: Meu lar vai ser diferente, eu não vou reproduzir o modelo que destrói, eu não vou reproduzir violência, mentiras, lascívia, eu tenho que parar. Dar um basta e reproduzir valores que vem de Deus.
A palavra de Deus testifica que podemos e devemos romper com os padrões  não bíblicos, vejam  o que a palavra de Deus diz:

Acaz  tinha vinte anos de idade quando começou a reinar e reinou dezesseis anos em Jerusalém. Ao contrário de Davi, seu predecessor, não fez o que o SENHOR, o seu Deus, aprova.  Andou nos caminhos dos reis de Israel e chegou até a queimar o seu filho em sacrifício, imitando os costumes detestáveis das nações que o SENHOR havia expulsado de diante dos israelitas. 2 Rs 16:2-3

Mas esse mesmo Acaz, podre que esta relatado no texto acima, teve um filho chamado Ezequias, vejam que lindo.

No terceiro ano do reinado de Oséias, filho de Elá, rei de Israel, Ezequias, filho de Acaz, rei de Judá, começou a reinar.  Ele tinha vinte e cinco anos de idade quando começou a reinar, e reinou vinte e nove anos em Jerusalém. O nome de sua mãe era Abia, filha de Zacarias. 2Rs 18:1-2

Vejam o que é mais lindo. Vejam a beleza da palavra de Deus.Vejam o que Deus faz em uma vida de obediência.

 Ele fez o que o SENHOR aprova, tal como tinha feito Davi, seu predecessor. 2Rs 18:3.


Louvado seja o SENHOR!


Você leitor, pode esta perguntando: como eu quero cessar de reproduzir modelos doentios. Eu quero, como posso implantar  modelo bíblico na minha vida e na minha casa. O que devo fazer?

Deixe-me lhe dizer!


          Primeiro – É preciso reconhecer, ter coragem de olhar no espelho e dizer: Eu sou uma pessoa soberba, eu sou pessoa violenta, eu sou uma pessoa que não gosta de ouvir. É preciso abrir o seu coração  e dizer Senhor Jesus eu QUERO que o senhor seja o meu Senhor e Salvador. Eu quero lhe confessar que sou uma pessoa adultera, eu não sou leal com o meu cônjuge, eu minto para os meus pais, eu sou desobediente, eu não honro os mais velhos, nem mesmos os meus pais. Meu Senhor! Eu dissimulo, eu manobro para consegui o que eu quero, eu sou cobiçoso, eu gosto do aplauso, eu vivo em busca do ter e não do ser. O meu coração é seduzido por este mundo.

Você precisa se quebrantar diante de Deus.

         Segundo – Você precisa reconhecer e dizer meu Senhor eu percebo que estou reproduzindo padrões doentios em minha casa. Eu não gosto de conversar sabe por quê? Porque na minha casa meus pais eram assim e eu estou reproduzindo o que aprendi deles. Tenho dificuldades de fazer amigos e a culpa não é das pessoas, a culpa é minha.

Quem esconde os seus pecados não prospera, mas quem os confessa e os abandona encontra  misericórdia.PV 18:13
  
              
Meu irmão é preciso reconhecer não só a Deus, mais é preciso ter coragem de dialogar  com sua própria alma e com as pessoas  que lhes rodeiam e que amam você e diga: perdoa - me, eu preciso mudar e eu preciso de ajuda.
   
   Como é feliz o homem constante no temor do Senhor! Masquem endurece o coração cairá na desgraça. Pv 18:14
  
        
         Terceiro – O primeiro passo para você quebrar a continuidade de modelos doentios é aceitar o Jesus Cristo como o seu Senhor e salvador, olhar para dentro de sua alma e aceitar a conversar com as pessoas que lhes rodeiam. É preciso haver mudança.

“Quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu de forma imaculada a Deus purificará a nossa consciência de atos que levam à morte, para que sirvamos ao Deus vivo!”Hb 9:14.

Existe um poder sobrenatural que é o poder do sangue de Jesus Cristo para transformar a nossas vidas. Jesus transforma a vida de uma pessoa, acontece uma evolução no seu pensar, no seu sentir  e no seu viver. É um novo nascimento. Ele faz você sair do padrão carnal e ir para novo padrão segundo a palavra de Deus.

        Só Jesus transforma. A transformação que vem do Espírito Santo  não será somente religiosa, ela será também uma transformação de vida. Ele faz com que a nossa casa seja uma casa de multiplicação de vida.

     Se entregue a Jesus para você ser um servo do Senhor e ser um multiplicador de bênçãos e não de tristeza.

Sendo assim, aproximemo-nos de Deus com um coração sincero e com plena convicção de fé, tendo os corações aspergidos para nos purificar de uma consciência culpada, e tendo os nossos corpos lavados com água pura. Hb. 10:22

Eu pensei em  alegorizar o texto de Hb 10:22, ou seja,  se eu transcrever esta passagem de modo que fosse de entendimento fácil de qualquer pessoa, seja ela crente ou não, pobre ou rico, analfabeto ou catedrático. O objetivo era tocar o coração de cada leitor independente de sua classe social. Foi em uma igreja em que eu e minha esposa visitamos no domingos deste que consegui anotar alguns trechos  do sermão que eu achei interessante. A aplicação feita pelo pastor caia muito bem no texto de capitulo dez, vesiculo 11 do livro de hebreus (Hb. 10:22). Veja a seguir o trecho na integra.

“Imaginemos que João Batista estivesse  nos tempos de hoje, e fosse realizar o batismo no rio Jordão, como seria:

1.     João Batista entra no rio e orienta uma secretária a colocar o nome, em vermelho, do pecado de cada pessoa que queira se batiza.
2.     A primeira pessoa que se aproxima para se batizar diz: Eu quero me batizar porque tenho engano meu marido. Ela escreve “adultera”.
3.     Um homem se aproxima se aproxima da secretária e ela pergunta por que você quer se batizar?  Ele responde eu tenho enganado o meu patrão. Ela escreve “labrão”
4.     Vem  um outro e diz: Eu não tenho dito toda a verdade a minha mãe, ela escreve no se crachá “ mentiroso”
5.     Um quarto homem se aproxima e diz: eu tenho desejado a mulher de meu amigo. Ela escreve “ lascivel”.
6.     E assim foi com todos os ai estavam para se batizar.

Quando João Batista chama estas pessoas para se batizarem  e olha mais na frente  vê Jesus. Jesus passa por todos. Jesus  olha para cada crachá um a um e lê: mentiroso, lascívio, biberão, ladrão, mentiroso, desonesto, iracundo,  violento, temperante e  pega o crachá de cada um  e coloca  em cima do dele e vai até João batista e diz: é necessário que eu cumpra toda a lei. E quando Jesus é batizado nas águas, a água do rio dilui o nome de cada crachá e quando Jesus se levanta das águas os nomes de cada crachá  não mais existe. Não há mais acusação . Todos a partir deste momento estão perdoados para viver uma nova vida em Cristo Jesus.

É isso que significa receber uma nova vida em Cristo Jesus.

Deixa-me eu dizer:

 “Pois vocês sabem que não foi por meio de coisas perecíveis como prata ou ouro que vocês foram redimidos da sua maneira vazia de viver, transmitida por seus antepassados”. 1Pe 1:18( NVI)

       Converte-se não é ter uma experiência religiosa. Converte-se é cravar uma estaca em nossas vidas do antes e do depois. Que o antes seja lavado pelo sangue de Jesus para começarmos uma nova história de vida, com novos padrões, novos modelos e que estes modelos não sejam os modelos de nossos pais, mas os modelos  que tenha como base nos princípios das escrituras sagradas.  Para que a nossa vida seja orientada pela palavra de Deus e somente pela palavra de Deus. E que esta palavra seja luz para nosso caminho, lâmpadas para os nossos pés. E com ela possamos viver em justiça e retidão e sermos bênçãos na vida de outras pessoas.